OfficeCar.jpeg
Buscar

A QUANTAS ANDA ESTE CAMELO CHAMADO BURROCRACIA

E COMO ESTÁ O COVID POR AI ?



Já está se tornando chacota este bordão, mas o que vivenciamos estas últimas semanas é a propagação da pandemia em nossos bairros e com dados alarmantes.

As restrições de convívio social aglomerado, continuam o ponto alvo do controle e expansão deste terrível vírus, que está matando a sociedade em vários aspectos, seja ela em âmbito da saúde superlotando todas as instituições, como no esporte sendo dizimado e esquecido pelo poder público em todos as esferas governamentais.

Mas o apelo por iniciativas privadas ou governamentais continuam vibrantes e a um certo ponto aterrorizante.

Estamos chegando a uma marca de 130 dias sem atividades nos espaços esportivos, alugueis, circulação e comercialização de produtos chegaram ao índice zero, angustiando os promotores do esporte.

A um engajamento comunitário em prol as instituições das áreas de lazer do município através da iniciativa privada. Mas como toda burocracia está em passos de camelo, enraizada, mas não dando os frutos utópicos esperado.

A ideia é pleitear um “prêmio” substancial para formação de uma ação entre amigos, custeando assim necessidades básicas de cada instituição.

Nada muito surreal! não acham?

A empresa que custear esta premiação terá como retorno sua divulgação em todas as áreas esportivas do Município, gerando uma visibilidade incontável e claro demostrando sua responsabilidade social com seus munícipes.

Fica aqui a dica! Empreendedor com visão social é empreendedor que acredita na sociedade.

Em contra partida o setor cultural está mobilizada nesta luta contra o distanciamento Muitos questionamentos surgem.


Se o restaurantes estão em funcionamento, por que os musico não pode estar adequado e respeitando todas as normas de distanciamento, mas produzindo seu show de forma harmoniosa e até conscientizando seu público nestes espaços.

Cogita-se a tramitação de um lei para o financiamento de lives custeadas pelo poder publico, algo que não esta claramente definido e que mexe com as angústias dos músicos locais.

Algo mais concreto é a implementação do mapa cultural do município de Palhoça, um avanço histórico para a área cultura.

Saber quem somos! Descrever o que produzimos! E fortalecer coletivamente o setor a palavra chave.

Neste viés a lei federal Aldir Blanc que esta em processo de resoluções direcionada aos municípios é a ponte entre os coletivos culturais, os fazedores de cultura em meio a esta pandemia burrocratica ops,

burocrática instituída culturalmente.


Fazedores de cultura inscrevam-se no mapa cultural disponível na plataforma digital da Fundação Municipal de Esporte e Cultura de Palhoça Dúvidas especificas?

Favor entrar em contato com a Fundação Municipal de Esporte e Cultura via Whatsapp através do número (48) 999891311 (Caio).

LINK PARA PREENCHIMENTO DO FORMULÁRIO DE CADASTRO:

https://docs.google.com/forms/d/1y_xruhyFI WOrNpQTU04EXl24aVWoij

O_qLWiE6sqkm0/viewform?edit_requested=true


Vamos fazer desta pandemia um ato histórico e libertador.


Desejo a todos saúde, paz e conhecimento.

Lui Vandré.

11 visualizações
Rodapé_madri.jpg
Participe da nossa lista de e-mails e não perca as atualizações!

© 2019-2020 Todos os direitos reservados. Orildo Silveira Filho