OfficeCar.jpeg
Buscar

A vida como ela era


Clique no link da imagem para ver os detalhes na matéria original no site cnn.com



Pesquisadores utilizaram uma tecnologia avançada para abrir "virtualmente" uma carta escrita há 300 anos e que havia sido lacrada.


A carta nunca chegou ao destino e nunca foi aberta. Ela estava em um baú, junto com outras 556 cartas lacradas. O baú hoje faz parte do patrimônio do Museu da Comunicação da Holanda, em Haia.


Na verdade, "lacrada" não é a palavra certa. Na época, quando os autores queriam ter "segurança" de que a carta só seria aberta por quem de direito, eles as dobravam de tal forma que ela ficava "trancada"; "destrancar" poderia danificar o conteúdo. Por isso, foi utilizada uma tecnologia especial para abrir "virtualmente" a carta e vislumbrar o texto.


Conteúdo


O autor da carta pede ao destinatário que envie um atestado de óbito de um parente, provavelmente para poder reivindicar legalmente alguma herança. Ele estava um pouco irritado, porque já era a segunda carta que enviava e não havia obtido resposta. Mesmo assim, o texto é cortês e educado. Cortesia e educação: a vida como ela era!

1 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
Rodapé_madri.jpg
Participe da nossa lista de e-mails e não perca as atualizações!

© 2019-2020 Todos os direitos reservados. Orildo Silveira Filho