OfficeCar.jpeg
Buscar

Legalização do aborto




Esta notícia foi para escandalizar as damarizetes e detonar ainda mais a imagem já desgastada da Argentina nos meios conservadores: a legalização do aborto. Eu só imagino um conservador de direita brasileiro lendo o livro “Freakonomics”, uma coletânea de estudos lançada pelo economista Steven Levitt em parceria com o jornalista Stephen J. Dubner. No livro, entre outras teses, eles defendem a teoria de que o fator que mais contribuiu para a redução dos índices de criminalidade em Nova York durante a administração do republicano Rudolph Giuliani foi a legalização do aborto, quase duas décadas antes.


Sem entrar no mérito da pesquisa ou da questão do aborto, partilho do núcleo da análise: não precisamos de mais policiais, e sim, de menos bandidos. O foco do poder público precisa estar no desenvolvimento de condições sociais que reduzam o descaminho dos jovens e seu ingresso no mundo da criminalidade.

1 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo