OfficeCar.jpeg
Buscar

Nação do Bem




Cultura, arte e solidariedade: "Nação do Bem".

Assim se define a Nação Guarani no munícipio de Palhoça. Mesmo sem Carnaval, trabalhou em prol dos munícipes neste momento de pandemia.

A base de um complexo movimento social completa-se com o fazer social da agremiação Nação Guarani, de Palhoça.

Além de promover cultura no município, a instituição vem agregando o fazer social e solidário com uma efervescência de se encantar os olhos e o coração.

Em meio à pandemia, limitada em seu cunho cultural de envolver as pessoas para rodas de conversa, um bom samba e muita alegria, esta turma percebeu a importância da solidariedade, captou e doou cerca de meia tonelada de cestas básicas para muitas famílias pertencentes e admiradoras do Carnaval, como para tantas outras que não possuem afinidade com esse setor da cultura imaterial.

“O fazer social, a ajuda, a solidariedade, vão além de gostar de samba”, diz o diretor social, Cleber Pacífico.

Além do projeto A Fome não Espera, a instituição lançou várias campanhas de conscientização, como o projeto AVAete, que na linguagem guarani significa “todos contra a violência”, referenciando a violência doméstica, muito presente em nossa sociedade.

São atos assim, de pessoas comuns, de instituições, de coletivos, que podem transformar a sociedade em um ambiente melhor de conviver, com muito samba, amor e solidariedade.

9 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo