OfficeCar.jpeg
Buscar

Quem é você?

Ao se olhar no espelho, no fundo dos seus olhos, você reconhece a pessoa que você vê?

Ou essa pessoa não faz parte da sua essência?

Ou essa pessoa refletida no espelho passou por várias mudanças e se moldou para se adaptar ao meio em que vive?

Com o passar dos anos, vamos nos moldando para nos adaptarmos ao meio em que vivemos. Vamos deixando a nossa criança interior e a nossa essência adormecidas.

Nos moldamos ao mundo para amenizar a nossa dor, o nosso sofrimento, as perdas, as derrotas.

Quando nos damos conta, nos transformamos em outra pessoa, a quem nós próprios desconhecemos.

Vou dar um exemplo, para ficar mais claro: Luiz (nome fictício) era uma pessoa muito amável, alegre, parceira, carinhosa, sempre sorridente e brincalhona. Uma pessoa que tinha muitos sonhos a realizar. De repente, Luiz recebe muitos nãos da vida, tropeça, fracassa, passa por muitas traições (profissionais, conjugais), rejeições, separações, e devido a todos os acontecimentos negativos em sua vida, aquele Luiz alegre, amado, carinhoso e alto astral se transformou em um homem desiludido, amargo, introvertido, desacreditado da vida e das pessoas; ele se fechou em um mundo só seu.

A história do Luiz acontece com milhares de pessoas todos os dias.

Metaforicamente falando, é como se colocássemos uma máscara que nos fizesse evitar o sofrimento, e quando percebemos, não sabemos mais quem somos.

Mas o mais incrível disso tudo é que aquela pura essência, a nossa criança interior que se ama, que não tem medo de julgamentos, que é autoconfiante, que tem a autoestima elevada, que vive a vida da maneira que considera ser a correta, está ali adormecida, esperando ser acordada.

Para que isso aconteça, precisamos identificar os motivos pelos quais colocamos a máscara, os motivos que estão nos impedindo de sermos quem realmente somos, e a partir daí, ressignificar as situações positivamente.

O que você pode tirar de positivo das situações negativas que te aconteceram?

APRENDIZADO, CRESCIMENTO, AMADURECIMENTO.

Caso você esteja, neste momento, não reconhecendo mais quem você é, quero te convidar a refletir comigo.

Vale a pena você continuar usando uma máscara e passar a vida sem ser você mesmo?

Quanto mais dor, raiva, ressentimento e amargura guardarmos em nosso coração, mais disso atrairemos para nossa vida, e junto disso, muitas doenças também.

E não é isso que você merece. Você merece uma vida maravilhosa, de muitos sonhos e realizações, mas tudo isso depende só e unicamente de você.

Seja grato; perdoe, o perdão é o ato mais generoso de amor que podemos nos dar; liberte seu coração da dor, da raiva e da amargura; seja você mesmo, assuma a sua identidade sem se preocupar com o julgamento alheio; viva o momento presente, olhe para o seu passado e seja grato pela sua história, por todas as vitórias e também por todo aprendizado que você obteve pelas suas derrotas e pelos seus fracassos; planeje seu futuro, mas não espere para ser feliz somente quando o futuro chegar, SEJA FELIZ HOJE!!!

Se você leu esta matéria até aqui, é porque ela fez sentido para você.

E se realmente fez sentido, se te gerou algum insight, por gentileza. deixe sua curtida.

Se você tem alguma dúvida ou quer deixar um feedback. coloque nos comentários.

Compartilhe este texto com seus amigos e familiares, quem sabe possa fazer sentido para eles também.

Me acompanhe também no Instagram: @grazipratesoficial.

Grazi Prates

Especialista em Hipnose Clínica

Emagrecimento/Saúde/Bem-Estar

Rodapé_madri.jpg
Participe da nossa lista de e-mails e não perca as atualizações!

© 2019-2020 Todos os direitos reservados. Orildo Silveira Filho